...


"Não espero nenhum olhar, não espero nenhum gesto, não espero nenhuma cantiga de ninar. Por isso estou vivo. Pela minha absoluta desesperança, meu coração bate ainda mais forte. Quando não se tem mais nada a perder, só se tem a ganhar.
Quando se pára de pedir, a gente está pronto para começar a receber.
O futuro é um abismo escuro, mas pouco importa onde terminará a minha queda. De qualquer forma, um dia seremos poeira. Quem é você? Quem sou eu? Sei apenas que navegamos no mesmo barco furado, e nosso porto é desconhecido. Você tem seus jeitos de tentar.
Eu tenho os meus.
Não acredito nos seus, talvez também não acredite nos meus próprios. Não lhe peço que acredite em mim".

posted under |

Nenhum comentário:

Postar um comentário

borboletearam aquii...

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Meu som ...

O que já foi...

Minhas BorboletasƸ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ

Que dia é hoje?

Horas ○◦ઇ‍ઉ◦○

    Ela é mais

    que um sorriso tímido de canto de boca, dos que você sabe que ela soube o que você quis dizer. Ela fala com o coração e sabe que o amor, não é qualquer um que consegue ter. Ela é a sensibilidade de alguém que não entende o que veio fazer nessa vida, mas vive." [Caio F.]

    Meu dever...

    "Eu tenho uma espécie de dever, de dever de sonhar sempre,pois sendo mais do que uma espectadora de mim mesma. Eu tenho que ter o melhor espetáculo que posso. E assim me construo a ouro e sedas,em salas supostas, invento palco,cenário para viver meu sonho entre luzes brandas e músicas invisíveis" [Fernando Pessoa]

    "Meu Deus...

    "Meu Deus...
    não sou muito forte, não tenho muito além de uma certa fé — não sei se em mim, se numa coisa que chamaria de justiça-cósmica ou a-coerência-final-de-todas-as-coisas. Preciso agora da tua mão sobre a minha cabeça. Que eu não perca a capacidade de amar, de ver, de sentir. Que eu continue alerta. Que, se necessário, eu possa ter novamente o impulso do vôo no momento exato. Que eu não me perca, que eu não me fira, que não me firam, que eu não fira ninguém. Livra-me dos poços e dos becos de mim, Senhor. Que meus olhos saibam continuar se alargando sempre(...)" C.F.A

    Pedaços de mim...

    Pedaços de mim...
    "Condenados à felicidade, como se ela fosse um direito constitucional." (Fabrício Carpinejar)

    Imagens○◦ઇ‍ઉ◦○

    Todas as imagens postadas aqui, que estão sem os créditos, foram encontradas pelo google. Como grande parte delas estão sem o nome de seus autores, espero que quem saiba fale, assim poderei dá o devido crédito!

    Outras imagens são tiradas: www.cherrybam.com/
    http://weheartit.com ^^


Recent Comments