-


'E guardo num canto escondido, mas tão escondido,
que corro o risco de procurar e não achar.
E quando acho, dói. Mas dói bonito.
Junto com a dor vem uma sensação de alívio por ter vivido.

Cris Guerra


posted under | 0 Comments

O que vale é Amar



Se tentares viver de amor perceberás que aqui na terra convém fazeres a tua parte, a outra não sabes nunca se virá e não é necessário que venha. Por vezes ficarás desiludido, porém, jamais perderás a coragem se te convenceres de que no Amor o que vale é Amar.

(Chiara Lubich)

posted under | 0 Comments

Wave Tom Jobim



O resto é mar
É tudo que não sei contar
São coisas lindas que eu tenho pra te dar
Vem de mansinho à brisa e me diz
É impossível ser feliz sozinho...


^^

posted under | 0 Comments

Simples


Odeio esse mundo de aparências,
Ridículos me parecem aqueles que tem a pretenção de demonstrar conhecimento
Será que sou um deles?
Não escrevo por um motivo que não seja o alívio
Viver dói!
Que inferno, PAREM de me julgar!
Deixem-me viver! Ser quem realmente sou!
Tudo é tão angustiante
Peço muito ao suplicar alegria?
Gosto do que é simples, do que é engraçado,
É demais?

(Mauricio Pereira)

posted under | 0 Comments

Sou outra


"Eu devo reconhecer que ninguém me conhece. Não realmente. Os que mais sabem não sabem da metade. Não deixo todos os segredos escaparem de mim, não mesmo. Uma delicadeza com os outros, eu diria, pois não quero assustar as pessoas com meu passado. Em especial aquelas que continuaram gostando de mim após o pouco que souberam. Mesmo porque aquela, que fez aquilo, não está mais aqui. Eu sou literalmente outra."


posted under | 0 Comments

Tempos pra cá...



"De uns tempos pra cá muita coisa mudou.
Deletei um monte de gente da minha vida. Tudo sem um pingo de remorso.
Quem me conhece sabe que nunca fui assim. Sempre dei segundas, terceiras e décimas chances pra todo mundo. (...)
A verdade é que, se me analisarem hoje, eu virei outra pessoa.
Sou quase a mesma de sempre, mas sinto que não sou mais boazinha.
Minha tolerância acabou, minha intuição fareja à distância uma cabecinha ruim.
Não aceito mais ser amiga de stalkers, de gente mal-resolvida e que me ferra pelas costas.
Não tenho raiva de ninguém, mas minha prioridade agora é só uma:"EU".
Podem me chamar de egoísta, eu aceito.
Mas chega uma hora na vida que a gente tem que parar de ser boa com os outros e ser boa -primeiramente - com a gente.
Fiquei amarga? Não mesmo. Agora eu sou prática.
Vacilou? A porta está aberta, meu bem . Sem dó nem piedade."
(...)
"E não vou tolerar ninguém que não me faça ter sentimentos incríveis."

posted under | 0 Comments

As dores do amor romântico














A cada grampo que enfio em meus cabelos, penso em você.
Todas as ruas dessa cidade, caminham num pensamento:
você.
Essa idiotice de estar sofrendo assim, essa saudade...
Você. Você. Você.
Eu aqui, sozinha, acompanhada, rindo, chorando, com vertigens.
Acho que estou caindo.
O estômago embrulha como na montanha-russa.
Você não é mais meu.
Você nunca foi meu.
Você nunca quis ser meu.
Estaríamos juntos se você quisesse.
Mas você disse:
não posso.
Não quero.
Preciso ficar longe.
Preciso deixar nós dois para trás
e ser somente um.
Você quer ser um.
Vou até o espelho, ajeito os meus cabelos de crina de cavalo,
entupo a cabeça de grampos resistentes.
Nunca mais cortarei um fio sequer.
Eles irão crescer, o tempo que me distancia de
você.
Os terei presos durante o dia.
Soltos à noite. Uma Rapunzel.
Cada centímetro será mais um mês que passou desde o dia
último em que nos vimos.
Você disse: preciso estar uno.
Agora estou sozinha, você amputou-se de mim.
Nunca mais cortarei esses cabelos
que você dizia amar.
Talvez numa madrugada insone, ou até dormindo,
quem sabe em sonho?, você suba até o meu quarto,
minha cabeça, e cansado do ímpar, implore:
deixe-me grudar de novo meu corpo no seu.
Se isso acontecer, príncipe encantado, eu retrucarei:
"Redime, ó Deus, Israel de todas as angústias",
minha memória, permita-me o esquecimento!
Então poderei cortar a minha trança,
esse calendário vivo, grosso,
negro brilhante em fios de um quase nylon,
pois a minha vida estará de novo começando.

posted under | 0 Comments

--

"Deus, põe teu olho amoroso sobre todos os que já tiveram um amor sem nojo nem medo, e de alguma forma insana esperam a volta dele: que os telefones toquem, que as cartas finalmente cheguem."

Eu quero a sorte

Eu quero a sorte de um amor tranquilo
Com sabor de fruta mordida
Nós na batida, no embalo da rede
Matando a sede na saliva
Ser teu pão, ser tua comida
Todo o amor que houver nessa vida
E algum trocado pra dar garantia

E ser artista no nosso convívio
Pelo inferno e céu de todo dia
Pra poesia que a gente não vive
Transformar o tédio em melodia
Ser teu pão, ser tua comida
Todo o amor que houver nessa vida
E algum veneno anti-monotonia

E se eu achar a sua fonte escondida
Te alcance em cheio o mel e a ferida
E o corpo inteiro feito um furacão
Boca, nuca, mão, e a tua mente, não
Ser teu pão, ser tua comida
Todo o amor que houver nessa vida
E algum remédio que me dê alegria

posted under | 0 Comments
Postagens mais recentes Postagens mais antigas Página inicial

Meu som ...

Minhas BorboletasƸ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ

Que dia é hoje?

Horas ○◦ઇ‍ઉ◦○

    Ela é mais

    que um sorriso tímido de canto de boca, dos que você sabe que ela soube o que você quis dizer. Ela fala com o coração e sabe que o amor, não é qualquer um que consegue ter. Ela é a sensibilidade de alguém que não entende o que veio fazer nessa vida, mas vive." [Caio F.]

    Meu dever...

    "Eu tenho uma espécie de dever, de dever de sonhar sempre,pois sendo mais do que uma espectadora de mim mesma. Eu tenho que ter o melhor espetáculo que posso. E assim me construo a ouro e sedas,em salas supostas, invento palco,cenário para viver meu sonho entre luzes brandas e músicas invisíveis" [Fernando Pessoa]

    "Meu Deus...

    "Meu Deus...
    não sou muito forte, não tenho muito além de uma certa fé — não sei se em mim, se numa coisa que chamaria de justiça-cósmica ou a-coerência-final-de-todas-as-coisas. Preciso agora da tua mão sobre a minha cabeça. Que eu não perca a capacidade de amar, de ver, de sentir. Que eu continue alerta. Que, se necessário, eu possa ter novamente o impulso do vôo no momento exato. Que eu não me perca, que eu não me fira, que não me firam, que eu não fira ninguém. Livra-me dos poços e dos becos de mim, Senhor. Que meus olhos saibam continuar se alargando sempre(...)" C.F.A

    Pedaços de mim...

    Pedaços de mim...
    "Condenados à felicidade, como se ela fosse um direito constitucional." (Fabrício Carpinejar)

    Imagens○◦ઇ‍ઉ◦○

    Todas as imagens postadas aqui, que estão sem os créditos, foram encontradas pelo google. Como grande parte delas estão sem o nome de seus autores, espero que quem saiba fale, assim poderei dá o devido crédito!

    Outras imagens são tiradas: www.cherrybam.com/
    http://weheartit.com ^^


Recent Comments