Não Deixe de Sonhar


Se alguém te encontrar e perguntar por mim,
Pode dizer que eu vim pra falar
O que ninguém mais fala,
E não quer acreditar...

Quando ouvir alguém dizer que já não sonha mais,
É bom saber que é capaz de morrer,
Quem não tem esperança,
Que não faz nada nascer ..

Preste atenção,
Não abra mão dos próprios sonhos...
Não tem perdão,
Não deixe de sonhar,
Não deixe de sorrir,
Pois não vai encontrar
Quem vá sorrir por ti ..


Chimarruts

posted under | 0 Comments

COMO MANTER UM AMOR

Uma mãe e sua filha estavam caminhando pela praia.

Chegando em certo ponto, a menina questionou:

- Como se faz para manter um amor?

A mãe olhou para a filha e respondeu:
- Pega num pouco de areia e fecha a mão com força...

A menina assim fez, e reparou que quanto mais forte apertava a areia com a mão, com mais velocidade a areia escapava, dizendo à sua mãe:

- Mamãe, assim a areia cai!
- Eu sei, agora abra completamente a sua mão...

A menina assim fez, mas veio um vento forte e levou consigo a areia que restava em sua mão.
- Assim também não consigo mantê-la na minha mão!

A mãe, sempre a sorrir disse-lhe:
- Agora pega outra vez num pouco de areia e mantenha a mão semi-aberta como se fosse uma colher...Bastante fechada para protegê-la, e bastante aberta para lhe dar liberdade.

A menina experimentou fazer isso e logo percebeu que a areia não escapava da sua mão, sendo protegida do vento.

A mãe então lhe diz:
- É assim que se faz durar um amor...

Se você quer muito alguma coisa, deixe-a livre. Se ela voltar será sua para sempre. Se não, é porque nunca foi sua de verdade.


{ Agora basta sair da teoria e ir para prática }

posted under | 1 Comments

O amor ^^


'O amor é um menino doidinho e malcriado que, quando alguém intenta refreá-lo chora, escarapela, esperneia, escabeija, morde, belisca e incomoda mais que solto e livre; prudente é facilitar-lhe o que deseja, para que ele disso se desgoste; soltá-lo no prado, para que não corra; limpar-lhe o caminho, para que não passe; acabar com as dificuldades e oposições, para que ele durma e muitas vezes morra. O amor é um anzol que, quando se engole, agadanha-se logo no coração da gente, donde, se não é com jeito destravado, por mais força que se faça mais o maldito rasga, esburaca e se aprofunda.''
Trechos do livro A Moreninha

posted under | 0 Comments




' homens que têm
patroa.

Há homens que têm

mulher.

E há mulheres que
escolhem o que querem ser
'




posted under | 0 Comments

Que seja doce!!!

Que seja doce o dia quando eu abrir as janelas e lembrar de você. Que sejam doce os finais de tardes, inclusive os de segunda-feira - quando começa a contagem regressiva para o final de semana chegar. Que seja doce a espera pelas mensagens, ligações e recadinhos bonitinhos. Que seja (mais do que) doce a voz ao falar no telefone. Que seja doce o seu cheiro. Que seja doce o seu jeito, seus olhares, seu receio. Que seja doce o seu modo de andar, de sentir, de demonstrar afeto. Que sejam doce suas expressões faciais, até o levantar de sobrancelha. Que seja doce a leveza que eu sentirei ao seu lado. Que seja doce a ausência do meu medo. Que seja doce o seu abraço. Que seja doce o modo como você irá segurar na minha mão. Que seja doce. Que sejamos doce.

Dizer o amor...


Se você ama, diga que ama. Não tem essa de não precisar dizer porque o outro já sabe. Se sabe, maravilha, mas esse é um conhecimento que nunca está concluído. Pede inúmeras e ternas atualizações. Economizar amor é avareza. Coisa de quem funciona na frequência da escassez. De quem tem medo de gastar sentimento e lhe faltar depois. É terrível viver contando moedinhas de afeto. Há amor suficiente no universo. Pra todo mundo. Não perdemos quando damos: ganhamos junto. Quanto mais a gente faz o amor circular, mas amor a gente tem. Não é lorota. Basta sentir nas interações do dia-a-dia, esse nosso caderno de exercícios.

Se você ama, diga que ama. A gente pode sentir que é amado, mas sempre gosta de ouvir e ouvir e ouvir. É música de qualidade. Tão melodiosa, que muitas vezes, mesmo sem conseguir externar, sentimos uma vontade imensa de pedir: diz de novo? Dizer não dói, não arranca pedaço, requer poucas palavras e pode caber no intervalo entre uma inspiração e outra, sem brecha para se encontrar esconderijo na justificativa de falta de tempo. Sim, dizer, em alguns casos, pode exigir entendimentos prévios com o orgulho, com a bobagem do só-digo-se-o-outro-disser, com a coragem de dissolver uma camada e outra dessas defesas que a gente cria ao longo do caminho e quando percebe mais parecem uma muralha. Essas coisas que, no fim das contas, só servem para nos afastar da vida. De nós mesmos. Do amor.

Se você ama, diga que ama. Diga o seu conforto por saber que aquela vida e a sua vida se olham amorosamente e têm um lugar de encontro. Diga a sua gratidão. O seu contentamento. A festa que acontece em você toda vez que lembra que o outro existe. E se for muito difícil dizer com palavras, diga de outras maneiras que também possam ser ouvidas. Prepare surpresas. Borde delicadezas no tecido às vezes áspero das horas. Reinaugure gestos de companheirismo. Mas, não deixe para depois. Depois é um tempo sempre duvidoso. Depois é distante daqui. Depois é sei lá.

posted under | 1 Comments


Eu posso ser engraçado se você quiser,
inteligente e esperto,
supersticioso, bravo,
um bom dançarino,
eu posso ser o que você quiser,
só me diga o que você quer
e eu serei aquilo pra você!

(Diário de uma Paixão)

posted under | 0 Comments


"Minha maior dor é não saber fazer a única coisa que me interessa no mundo que é amar alguém. Me perdoa por eu querer de uma forma tão intensa tocar em você que te maltrato. Minha mão acostumada com um mundo de chatices e coisas feias fica tão gigante quando pode tocar algo lindo e puro como você, que sufoca, esmaga e estraçalha. Me perdoe pela loucura que é algo tão pequeno precisando de amor e ao mesmo tempo algo tão grande que expulsa o amor o tempo todo. Eu sou uma sanfona de esperança. Eu tenho estria na alma."


posted under | 0 Comments
Postagens mais recentes Postagens mais antigas Página inicial

Meu som ...

O que já foi...

Minhas BorboletasƸ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ

Que dia é hoje?

Horas ○◦ઇ‍ઉ◦○

    Ela é mais

    que um sorriso tímido de canto de boca, dos que você sabe que ela soube o que você quis dizer. Ela fala com o coração e sabe que o amor, não é qualquer um que consegue ter. Ela é a sensibilidade de alguém que não entende o que veio fazer nessa vida, mas vive." [Caio F.]

    Meu dever...

    "Eu tenho uma espécie de dever, de dever de sonhar sempre,pois sendo mais do que uma espectadora de mim mesma. Eu tenho que ter o melhor espetáculo que posso. E assim me construo a ouro e sedas,em salas supostas, invento palco,cenário para viver meu sonho entre luzes brandas e músicas invisíveis" [Fernando Pessoa]

    "Meu Deus...

    "Meu Deus...
    não sou muito forte, não tenho muito além de uma certa fé — não sei se em mim, se numa coisa que chamaria de justiça-cósmica ou a-coerência-final-de-todas-as-coisas. Preciso agora da tua mão sobre a minha cabeça. Que eu não perca a capacidade de amar, de ver, de sentir. Que eu continue alerta. Que, se necessário, eu possa ter novamente o impulso do vôo no momento exato. Que eu não me perca, que eu não me fira, que não me firam, que eu não fira ninguém. Livra-me dos poços e dos becos de mim, Senhor. Que meus olhos saibam continuar se alargando sempre(...)" C.F.A

    Pedaços de mim...

    Pedaços de mim...
    "Condenados à felicidade, como se ela fosse um direito constitucional." (Fabrício Carpinejar)

    Imagens○◦ઇ‍ઉ◦○

    Todas as imagens postadas aqui, que estão sem os créditos, foram encontradas pelo google. Como grande parte delas estão sem o nome de seus autores, espero que quem saiba fale, assim poderei dá o devido crédito!

    Outras imagens são tiradas: www.cherrybam.com/
    http://weheartit.com ^^


Recent Comments